Brasil História da Igreja

De FamilySearch Wiki
Ir para: navegação, pesquisa
Tópicos de Pesquisa do Brasil
Bandeira do Brasil
Iniciando Pesquisa
Tipos de Registros
Brasil Panorâmica
Etnia
Recursos de Pesquisa Local
Moderador
O moderator da Wiki do FamilySearch para o Brasil é Adriano Almeida


Brasil Gotoarrow.png História da Igreja


Procedimentos de pesquisa e fontes genealógicas são diferentes para cada religião. É bom para compreender os acontecimentos históricos que levaram à criação de registros de seu antepassado está relacionado nos registros paroquiais.

Católica Romana

A fé católica romana tem sido a fé predominante do Brasil desde sua descoberta pelos europeus em 1500. O Clero católico acompanhou os primeiros exploradores e colonizadores no Brasil. Os jesuítas fizeram esforços missionários e educacionais significativos, especialmente entre os índios. De 1549 até à sua expulsão em 1759, os jesuítas dominaram a vida religiosa na colônia. Os frades franciscanos também desempenharam um papel importante no Brasil.

Alguns sacerdotes seculares foram trazidos ao Brasil pelos donatários (senhores da terra de grandes concessões de terra chamado capitanias) no início de 1500 para atender às necessidades espirituais dos colonos. Na colônia foi feita uma diocese separada em 1551. No ano seguinte, o primeiro bispo do Brasil chegou a Bahia. Em 1676 a Bahia se tornou a sede do arcebispado, e até o final do período colonial havia bispados, no Rio de Janeiro, Pernambuco, Maranhão, Pará, São Paulo e Minas Gerais.

A Igreja Católica foi dirigida por bispos, ordens católicas, e o clero secular. A Igreja Católica foi a força de coesão mais importante na vida brasileira.

Em 1563 o Concílio de Trento formalizou práticas de manutenção de registros que já vinham sendo seguidas em grande parte do mundo católico. Livros separados foram mantidos para batismos, confirmações, casamentos e mortes ou enterros.

Judaísmo

Os Judeus emigraram muito cedo para o Brasil. Os marranos, judeus que foram forçados a se tornar cristãos, mas que continuaram a praticar sua religião em segredo, viveram no Brasil desde os primeiros assentamentos.

Durante a ocupação holandesa do norte do Brasil 1648-1653, duas congregações judaicas foram formados: Zur Israel em Recife e Magan Abraham em Mauricia. Depois que estas comunidades foram dissolvidas no Brasil, as pessoas ajudaram a estabelecer comunidades em Aruba, Curaçao, Barbados, Amsterdã, Londres e Nova York. A lista dos nomes dessas pessoas pode ser encontrada em:

Wiznitzer, Arnold. The Record of the Earliest Jewish Community in the New World. New York: American Jewish Historical Society, 1954. (FHL book 981.34/R1 F2w) - Tradução do título: O registro da primeira comunidade judaica no Novo Mundo

Embora a colônia estava sujeita à Inquisição em Lisboa, a Inquisição no Brasil foi leve em comparação com a forma como foi administrada no México e no Peru. Aqueles no Brasil que foram acusados ​​de serem judeus foram levados para Lisboa para serem julgados. Documentos de seus julgamentos em Portugal estão em microfilme na Biblioteca de História da Família:

Inquisição de Lisboa. Lisboa: Laboratórios Fototécnicos, N.p., (1975). (On 77 FHL films, beginning with 078450)

Hoje, a maior congregação judaica da América do Sul, Congregação Israelita Paulista, está em São Paulo, com 2.000 famílias. A Associação Internacional de Sociedades Genealógica Judaica está desenvolvendo um banco de dados de todos os cemitérios judaicos e inscrições em todo o mundo. Ele relaciona as informações sobre cemitérios judaicos no Brasil em seu site na Internet: http://www.iajgs.org/

Há também uma Sociedade Genealógica Judaica no Brasil:

Sociedade Genealógica Judaica do Brasil
Caixa Postal 1025
13001-970 Campinas - SP
BRASIL
Tel:. (5511) 36617585
Fax: (5511) 32736000
E-mail: faiguen@terra.com.br
Internet: http://www.genealogiajudaica.com.br/

Outras Religiões

Embora a maioria da população é católica romana, há também uma grande dose de tolerância para com outras religiões no Brasil. Entre as religiões minoritárias no Brasil estão o budismo, o catolicismo ortodoxo oriental, o Islamismo, o Judaísmo, o Maronismo e o Espiritismo. Muitos brasileiros voltaram para as religiões da África, incluindo Macumba perto do Rio, Umbanda em São Paulo, e Candomblé na área do Bahia.

Algumas das primeiras religiões não católica romana que foram estabelecidas no Brasil estão relacionadas abaixo.

Presbiterianos, 1859
Metodistas, 1870
Batistas, 1871
Adventistas do Sétimo Dia, 1892
Luteranos, cerca de 1900
A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, 1927


A história dos menonitas alemães no Brasil pode ser encontrada em:

Mennoniten in Brasilien: gedenkschrift zum 50 Jahr - Jubiläum ihrer Einwanderung, 1930–1980/ Documento histórico para o jubileu dos 50 anos de imigração menonita no Brasil. Witmarsum, Brasil: Festkomitees für die Jubilaeeumsfeier, 1980. (FHL book 981.6 F2m)

Outros livros sobre a história das minorias religiosas no Brasil podem ser encontradas na seção "Pesquisa de Localidade" da Biblioteca de História da Família sob o país, estado ou cidade / vila e os temas "História da Igreja" ou "minorias".