Brasil - Encontrar Meus Antepassados

De FamilySearch Wiki
Ir para: navegação, pesquisa

Voltar a página do Brasil

Brasil - Encontrar Meus Antepassados


Sugestões para se iniciar um trabalho de pesquisa familiar para encontrar seus antepassados.

Para que uma pessoa possa encontrar seus antepassados, precisará fazer uma pesquisa genealógica. Essa pesquisa poderá variar de família a família, de pessoa a pessoa, de local a local. No entanto há alguns tópicos básicos sugeridos abaixo, para quem vive no Brasil:


I. Encontrar informações com a família imediata.

A família imediata poderá ajudar a reunir as informações que sabem sobre seus antepassados.

Usar os formulários genealógicos de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias poderá ajudar o interessado a organizar as informações que já sabe da família e a se lembrar e a anotar os que sua família imediata fornecer.

Também é sugerido que utilize um caderno de anotações para registrar as informações coletadas, principalmente aquelas que não tem campo específico nos formulários genealógicos. Também é possível usar um gravador para as entrevistas.


II. Encontrar informações com os familiares.

Os familiares, poderão ajudar a reunir mais informações sobre seus antepassados.

Iniciar visitando e entrevistando seus familiares mais velhos. Eles podem se lembrar de fatos que você nunca presenciou e que podem ser importantes para obter mais informações.

Depois pode seguir visitando e entrevistando a outros familiares conforme seja possível. Muitas informações não serão precisas, mas anote-as assim mesmo pois poderão fornecer “pistas” que podem levar a obter informações mais precisas.


Entrevista: Entrevistar cada um de seus parentes usando uma lista de perguntas pré-determinadas pode ajudar a obter o máximo de informações possíveis.


III. Encontrar informações usando fontes externas.

As fontes externas são aquelas que possuem registros ou informações que estão fora de cerco familiar. Existe uma lista muito diversificada, no entanto, podem incluir o seguinte:

  1. Registros Civis (Cartórios Civis, Municipais) que incluem registros de nascimentos, casamentos, óbitos, habilitações de casamento, inventários de bens e propriedades, testamentos, etc.
  2. Registros Religiosos (Igrejas) que incluem registros de batizados, casamentos, mortes, proclamas de casamentos, etc.
  3. Registros Governamentais que compreendem registros dos Arquivos Federais, Estaduais e Municipais. Estes podem conter Censos, Registros de Terras e Propriedades, Sesmarias, Registros Antigos de Cemitérios, Hospitalares, Escolares, etc. Neste item, se inclui os Museus – tais como de Imigração e Emigração que contém registros de saídas e chegadas de pessoas e famílias ao país.
  4. Cemitérios que possuem registros de enterro, transferência de ossos e cremação.


  1. Registros Civis: Esses registros estão armazenados em Cartórios Municipais e podem fornecer dados familiares e genealógicos de grande valor. Muitos não permitem que os interessados manuseiem seus livros, porém se dispõem a procurar o que se necessita, principalmente se o interessado tiver o desejo de obter uma cópia da certidão ou certificado. Por outro lado, alguns podem ser tão solícitos e colaboradores que abrem suas portas para que o interessado possa manusear os livros e anotar os dados de seu interesse, principalmente se os dados forem de pessoas falecidas. Outra maneira de pesquisar esses registros é verificar se a Sociedade Genealógica de Utah, departamento de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, fez a microfilmagem ou a digitalização dos registros civis da localidades desejada. Esses registros são muito bons porque são os mais completos do país. Estes registros se tornaram obrigatórios no Brasil desde 1889, porém é possível encontrar alguns poucos registros feitos a partir 1875 nas cidades mais antigas.
  2. Registros Religiosos: Esses registros estão armazenados nas sedes das diversas Igrejas do Brasil. No caso da Igreja Católica, os registros são arquivados nas Cúrias que possuem os registros de cada paróquia da região. Nem sempre o acesso a esse acervo é permitido. É interessante ligar previamente e verificar. Outra maneira de pesquisar esses registros é verificar se os mesmos foram microfilmados pela Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Esses registros são muito bons porque são os mais antigos do país, eles abrangem o período anterior aos registros civis. Existem registros a partir do ano 1600 aproximadamente, até a atualidade
  3. Registros Governamentais: Esses registros são armazenados em Arquivos Públicos Municipais, Estaduais ou Federais e Museus. Eles permitem acesso ao público interessado em pesquisa. Muitos tem regras e diretrizes próprias sobre o que se pode buscar, o que se pode copiar, manusear, etc. Os registros de maior valor genealógico, são: Inventários e Testamentos, Entrada de Imigrantes,  Cemitérios, Registros de Terras e Propriedades, Registros Notariais.

Alguns são citados abaixo:

Museu da imigração do Estado de São Paulo: Possui registros de entradas de Imigrantes vindos de outros países durante o período de 1882 à 1950. A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias microfilmou seus registros até o ano de 1925.  memorialdoimigrante.org.br/   acervo digital


Museu do Imigrante do Rio de Janeiro,RJ: Possui registros de entradas de Imigrantes durante o período de 1808 à 1920. A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias microfilmou este acervo.


Arquivo Histórico do Rio Grande do Sul - Porto Alegre, RS: Possui registros feitos pela Secretaria da Agricultura do Rio Grande do Sul, do período de 1825 à 1909. A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias microfilmou esse acervo.


Joinville, SC – Registros Civis - Imigração: Possui os registros de entradas e lista de navios que partiram de Hamburgo, Alemanha para o Joinville, SC, Brasil no período de 1850 à 1889. A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias microfilmou esse acervo.


Paraná, PR - Registros de Entrada de Imigrantes em Curitiba, 1879: Como o nome já diz, são os registros de entradas de imigrantes na cidade de Curitiba durante o ano de 1879. A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias microfilmou esse acervo Também disponível no site do arquivo público: .www.arquivopublico.pr.gov.br/modules/conteudo/conteudo.php


Paraná, PR - Registros de Entrada de Imigrantes : Curitiba e São José, 1887: Como o nome já diz, são os registros de entradas de imigrantes nas cidades de Curitiba e São José durante o ano de 1887. A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias microfilmou esse acervo.


Bahia – Títulos de residência a estrangeiros 1839-1954: Trata-se das entradas de imigrantes estrangeiros que chegaram em Salvador, BA, durante o período de 1839-1954. A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias microfilmou esse acervo.


Arquivo Publico do Espirito Santo - Projeto Imigrantes – 1859-1959: Trata-se dos registros das entradas de imigrantes por Vitória, ES. Esse material está disponível para pesquisa na Internet  www.ape.es.gov.br/imigrantes/


4. Cemitérios: Podem ser municipais ou particulares, de comunidades religiosas. Os registros estão armazenados no próprio escritório do cemitério, ou ainda na Paróquia mais próxima. Os registros anteriores são transferidos para o Arquivo Público Municipal, de acordo com as diretrizes do município. O acesso geralmente é fácil e possível na maioria dos cemitérios, porém em caso de cidades muito pequenas, é possível que não haja nem escritório no local e todos os registros estejam no Arquivo Municipal ou nas paróquias.