Servir como consultor de templo e história da família da ala

agosto 30, 2019  - by 

Talvez a melhor coisa que os consultores de templo e história da família podem fazer para ajudar a coligar Israel é criar experiências personalizadas de história da família para outras pessoas. Mas o que é exatamente uma experiência personalizada com a história da família e como um consultor cria uma?

Uma experiência personalizada com a história da família é uma atividade ou uma lição simples que ajuda outra pessoa ou família a se sentir mais próxima de seus antepassados e uns dos outros. Esse é o espírito de Elias, uma manifestação do Espírito Santo testificando da natureza divina e eterna das famílias.

Alicerces de uma experiência

Há seis elementos-chave ou alicerces dos quais os consultores podem escolher para criar uma experiência personalizada com a história da família.

  • Ajuda — responder a perguntas e necessidades específicas sobre o templo e a história da família.
  • Descoberta — descobrir informações novas e edificantes sobre família, antepassados e terra natal.
  • Árvore Familiar — compartilhar, preservar e construir a Árvore Familiar do FamilySearch.
  • Recordações — preservar fotos, histórias, gravações de áudio e outras recordações da família.
  • Registros — encontrar, interpretar e anexar registros históricos.
  • Templo — contribuir para a realização das ordenanças do evangelho de um antepassado.
Uma família olha fotos.

Dos seis alicerces mencionados aqui, os alicerces de descoberta e de construção de árvore são fundamentais — ou seja, os consultores devem tentar incorporar esses elementos sempre que possível. Descobrir algo novo sobre a família ou antepassados inevitavelmente convida o espírito de Elias ao coração de uma pessoa.

Experiências personalizadas no Livro de Mórmon

Aprender sobre antepassados não é suficiente. Temos a responsabilidade divina de ajudar, quando possível, com suas ordenanças do templo.

Pondere sobre o profeta Leí no Livro de Mórmon. Ele teve uma experiência personalizada com a história da família quando pesquisou as placas de latão que Néfi e seus outros filhos obtiveram de Labão.

Uma mulher ora

E qual foi o resultado dessa pesquisa? Quase imediatamente após receber as placas, Leí participou do serviço no templo de sua época — ele construiu um altar e ofereceu sacrifício. Em seguida, ele juntou sua família e compartilhou com eles o que estava aprendendo. Lembrou-lhes das promessas que o Pai Celestial reservou para aqueles que O amam e honram.

A experiência de Leí demonstra a profunda relação entre o templo e a história da família, conforme ensinado pelo élder Gary E. Stevenson, do Quórum dos Doze Apóstolos: “O lar, a família e o templo estão inseparavelmente ligados. (…). Compreender a natureza eterna do templo vai aproximá-los de sua família; compreender a natureza eterna da família vai aproximá-los do templo”.

Princípios orientadores

Alguns princípios básicos vão ajudar os consultores a criar experiências mais personalizadas e significativas de história da família e a abençoar a vida das pessoas a quem servem.

  • O primeiro princípio é orar. Deus sabe quem está preparado para uma experiência personalizada com a história da família. Ele sabe também qual é a história, a atividade ou até mesmo a fotografia que poderia tocar o coração daquela pessoa e achegá-la mais a Cristo. Os consultores podem orar para ser conduzidos a antepassados que esperam as ordenanças do templo e pedir que a pessoa ou família que estão ajudando faça o mesmo.
  • O segundo princípio é preparar-se. Preparar as coisas para uma experiência personalizada com a história da família levará tempo — tempo para orar, tempo para planejar e tempo para conversar com a outra pessoa ou família e descobrir no que eles estão interessados em aprender.
  • O terceiro princípio é ministrar. Os consultores servem as pessoas individualmente, como fez o Salvador. Eles se reúnem nos lares e nas capelas — onde for mais conveniente. Eles também adaptam seus métodos didáticos para as circunstâncias físicas ou espirituais da pessoa.
  • O princípio final é convidar. Depois de uma experiência personalizada com a história da família, o consultor convida a pessoa a edificar sobre o que descobriu. Esses convites são simples e atingíveis. Eles apontam para uma tarefa específica que a pessoa pode fazer por si mesma ou que uma família pode fazer juntos.
A mãe e o filho riem com uma mulher, que está segurando fotos de família.

Experiências personalizadas hoje

Ao contrário do profeta Leí, é pouco provável que as pessoas de hoje encontrem sua experiência personalizada com a história da família em uma coleção de placas de latão, embora as consequências da experiência possam ser muito semelhantes! Aqui estão alguns exemplos de como pode ser uma experiência de história da família personalizada moderna:

  • Ler histórias sobre antepassados no site FamilySearch.org.
  • Usar as ferramentas online para explorar um local de origem específico — Google Earth, por exemplo, para ver as imagens do local de nascimento de um antepassado.
  • Criar uma gravação de áudio de membros da família compartilhando lembranças e depois carregar a gravação no FamilySearch.org.
  • Encontrar a certidão de nascimento ou casamento de um antepassado em particular e anexá-la à página de seu perfil no FamilySearch.org.
  • Preencher as tarefas necessárias no FamilySearch.org para que as ordenanças do evangelho de um antepassado possam ser reservadas e realizadas.
Uma menina caminha ao lado do templo, segurando os cartões do templo.

Experiências como essas vão fortalecer as famílias e direcioná-las ao templo. Mas essa lista é bem curta. Na prática, os consultores terão de ser criativos e observadores ao procurarem a atividade que é adequada para a pessoa ou família que estão ajudando.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários

  1. Sou Andreia e desde que iniciei meu chamado de consultora de historia da passei ame dedicar em ajudar outras pessoas e também a minha família,no inicio foi difícil pois eu tinha apenas até os nomes dos meus avós maternos e paternos, até que passeia entrarem contato com meus tios e primas e com muita persistência oração consegui de em um mês mais de 10 nomes entre bisavós,Tios, tias e primos no qual poderei fazer convênios por eles no Templo.O sentimento é maravilhoso sinto presenteada por essa oportunidade e por isso sei que a historia da família tem propósito eterno no plano do nosso Pai Celestial esse testemunho que faço em no de Jesus Cristo amém.