Como começar o plano de templo e história da família da ala

novembro 13, 2019  - by 

Na reunião de Instruções para a liderança de templo e história da família de 2019, os élderes David A. Bednar e Dale G. Renlund, do Quórum dos Doze Apóstolos, convidaram as alas a criar um plano de templo e história da família da ala. Um plano simples de templo e história da família pode ajudar os membros da ala a participarem pessoalmente no trabalho de salvação e coligação de Israel em ambos os lados do véu.

Seguem-se algumas diretrizes gerais para ajudar os líderes a iniciarem um plano. Essas diretrizes também podem ser úteis quando os líderes atualizarem o plano ao longo do ano.

O que é um plano de templo e história da família e como criá-lo?

De acordo com o Manual 2: Administração da Igreja, o plano de templo e história da família da ala “ajuda os membros da ala a terem uma visão do trabalho de templo e história da família”.

Nosso Pai Celestial deseja que todos nós voltemos ao nosso lar celestial. Esse é o nosso destino ou objetivo. O plano de templo e história da família da ala tem como objetivo ajudar as pessoas a trilhar o caminho do convênio de volta ao lar celestial para estarem com seus entes queridos.

Veja como você pode se envolver na criação do plano de ala (ver também a seção 5.4.3.2 do Manual 2):

  • Sob a direção do bispo, o conselho da ala desenvolve o plano de templo e história da família da ala. O conselho da ala, então, examina e atualiza o plano regularmente.
  • O líder de templo e história da família da ala ou um membro da presidência do quórum de élderes pode liderar o desenvolvimento e a implementação do plano.
  • Um membro da presidência da Sociedade de Socorro pode ajudar.

O auxílio dos consultores de templo e história da família é essencial na implementação do plano de templo e história da família da ala. Conforme necessário, vários membros e líderes da ala também podem ajudar a desenvolver o plano.

Se você serve em cargo de liderança, pode ser útil ter cópias do plano da ala disponíveis durante o conselho de ala e outras reuniões de coordenação. Mensagens de texto, e-mails e telefonemas também podem ser úteis ao coordenarem a implementação do plano.

Como deve ser o plano de templo e história da família da ala?

Os planos de templo e história da família da ala devem ser “breves, simples e específicos”.Manual 2, 5.4.3.2 O plano apresenta “metas específicas para o trabalho de templo e história da família para o ano, sem estabelecer quotas ou sistemas de relatórios para as ordenanças do templo”. Como parte do plano, os líderes também descrevem como pretendem alcançar essas metas.

Pode ser útil ter o conselho do élder M. Russell Ballard em mente. Ele explicou: “Um objetivo é o destino final ou um fim, e um plano é o caminho pelo qual você chega ao destino” (“Retornar e receber”, Conferência Geral de Maio de 2017).

Os líderes podem começar considerando as necessidades da ala. O que os membros da ala precisam fazer para progredir no caminho do convênio? Como o serviço de templo e história da família pode ajudar a atender às necessidades dos membros da ala?

Em sua instrução, o élder Renlund deu exemplos sobre o que o plano deve abordar:

  • Envolver as crianças de 10 e 11 anos da ala no serviço de templo e história da família.
  • Incentivar as crianças e os jovens a se qualificarem para uma recomendação de uso limitado e usá-la na idade adequada.
  • Envolver todo recém-converso no serviço de templo e história da família.
  • Incentivar os recém-conversos a obter e usar uma recomendação de uso limitado.
  • Ajudar os membros da ala a registrar as primeiras quatro gerações de sua família na Árvore Familiar do FamilySearch.
  • Ajudar pessoas específicas a se preparar para o templo (conforme a designação do bispo).
  • Incentivar a frequência ao templo sem estabelecer quotas ou sistemas de relatórios.
Rapazes e moças no templo.

Enquanto planejam, considerem os recursos que sua ala tem à disposição que podem ajudá-los a alcançar as metas da ala. O élder Renlund aconselhou os líderes da ala: “o uso eficaz dos consultores de templo e história da família da ala é fundamental”.

Não (…) tão cansativo, tão burocrático, tão complicado

Como o élder Bednar mencionou com um sorriso em seu painel de debate, com frequência “complicamos” muito na Igreja. Referindo-se ao plano de templo e história da família da ala, ele perguntou se era possível elaborar um plano simples “que não se torne tão cansativo, tão burocrático, tão complicado que acabe atrapalhando”. Ponderem sobre o que podem fazer para manter o plano simples e não cansativo.

“Centralizado no lar, apoiado pela Igreja” é uma frase que o élder Bednar usou. Já ouvimos essa frase antes! Enquanto estamos criando um plano, podemos perguntar, como o élder Bednar fez: “Igreja. Como podemos apoiar o aprendizado no lar sem ofuscar e enfraquecer o que deveria estar acontecendo no lar?”

Uma família estudando o evangelho junta.

Um plano centralizado no lar e apoiado pela Igreja torna a participação no serviço de templo e história da família mais centralizado no lar. Ele une as famílias e cria oportunidades para os membros da família sentirem juntos o Espírito Santo.

Preparar. Direcionar. Planejar!

Com o Espírito Santo para guiar e magnificar seus esforços, o plano de templo e história da família da ala pode ser uma ferramenta poderosa para ajudar outras pessoas a receber as bênçãos do serviço de templo e história da família.

Se sua ala não tem um plano de templo e história da família da ala, não é tarde demais para começar. Converse com seu bispo e receba orientação. Você pode ler a orientação simples no Manual 2 em planos de templo e história da família e reuniões de coordenação. Pode também assistir ao vídeo ou ler As considerações do élder Bednar e do élder Renlund sobre esse assunto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários