Indexar é Mais Importante Agora do que Nunca

março 11, 2015  - by 
Indexar é Mais Importante Agora do que Nunca

Os pesquisadores do FamilySearch estão constantemente procurando maneiras de melhorar a eficácia do processo de indexação, e também estão descobrindo maneiras de utilizar melhor o trabalho de indexação que já foi realizado. Os resultados das suas pesquisas devem aquecer o coração de cada pessoa que já indexou ou conferiu um lote de registros.

Se você ler o artigo intitulado “Magnificar os Dons dos Voluntários: Relatório de Progresso ”, vai reconhecer algumas maneiras inovadoras pelas quais o FamilySearch tem tornado a indexação mais eficiente. Agora há mais recursos que melhoram o uso dos registros que já foram indexados.

Pesquisar, Sugerir e Pesquisar a Descendência

A indexação faz com que os registros se tornem pesquisáveis. Você e as milhares de pessoas que estão se beneficiando de seu bom trabalho já sabem disso. Um pesquisador familiar disse: “Um registro não indexado é um registro que não pode ser encontrado”. Graças a você e a centenas de milhares de voluntários, os dias de registros não indexados estão contados.

E se você pudesse fazer com que o computador pesquisasse por você? E se o computador trouxesse seus antepassados até você, em vez de você ter de procurá-los? Esse dia chegou, graças ao novo recurso no FamilySearch.org chamado “sugestões”.

Uma sugestão é quando o computador examina as informações em sua árvore familiar e compara-as com as informações no banco de dados do FamilySearch — mais de 3 bilhões de registros! Ao localizar um registro que mais combina ou ao encontrar todas as informações sobre um antepassado em sua árvore, ela apresenta uma sugestão de novas informações sobre essa pessoa.

Como o computador sabe que um registro está relacionado a um de seus antepassados? Você adivinhou — é porque alguém reservou um tempo para indexar esse registro!

Talvez você já tenha visto a nova visualização de descendência de sua árvore familiar, onde você pode olhar para os descendentes de seus antepassados para encontrar os primos que faltam. Esse novo recurso torna mais fácil encontrar os nomes de parentes que tenham sido perdidos ou esquecidos, mas que pertencem à sua família e à sua árvore familiar.

E como isso está acontecendo? Novamente, a indexação torna isso possível!

A indexação é vital para o futuro da história da família, mas agora está se tornando REALMENTE vital. Como as sementes plantadas em bom solo, seus esforços no trabalho de indexação se multiplicam e a Internet está sendo inundada com registros pesquisáveis como resultado disso. Obrigado por ser alguém que está fazendo uma diferença tão grandiosa para as pessoas que buscam essas maravilhosas conexões ao seu passado.

– Artigo escrito por Michael Judson

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários

  1. O sobrenome marquezeti, , vem de marchesetti,comune di orzivecchi, provincia de brescia, essa familia entrou pelo pais vizinho da Argentina. Espero que a informação possa auxiliar aos descendentes. att. mari amelia

  2. Ótimo,conteúdo fácil e recompensador .
    Queria me conctar com a minha árvore genealogia.seria um prazer enorme poder me conectar e ver .

  3. Boa noite!
    Gostaria muito de saber se em minha árvore, tem alguma descendência Italiana , mas não consigo descobrir, é possível?

  4. Meu sobrenome é Klopper, meu bisavô era alemão. Se alguém estiver procurando a mesma família, peço que entre em contato inbox pelo facebook. Meu nome no facebook é Tony Klopper

  5. Estou montando minha árvore e nao consigo encontrar nenhuma informação a respeito de meus bisavós que vieram de Portugal , nao sei de qual região, para o Rio de Janeiro após 1900 . Ele Alexandre de Almeida (1879) chegou sozinho num vapor e depois sua esposa Justina de Barros de Almeida , não sei se ela usava o sobrenome Almeida ou se nao eram casados no papel. Os filhos , meu avô Mario de Almeida idade 8 anos (1897), Antonio de Almeida 6 anos ( 1902) e um bebê de colo Jayme de Almeida (1906). o que preciso saber é se verdadeiramente vieram de Portugal. Não consigo encontrar certidões de nascimento em Portugal ou cartóes de migração.

  6. Boa noite meu nome Gilmar aclecio leal eu preciso saber da onde veio minha família leal da onde que eles vieram queria montar uma árvore ou descrição

  7. Estou procurando por Ersilia Mantovani ou Hercilia Mantovani, nascida em 1876na Itália, filha de Giuseppe Mantovani e Beatriz Trazzi.